Tema Livre para Konoha: Doujutsu Hanketsugan (Técnica Ocular do Olhar do Julgamento)

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Tema Livre para Konoha: Doujutsu Hanketsugan (Técnica Ocular do Olhar do Julgamento)

Mensagem por O Criador em Dom Jun 09, 2013 9:58 pm

DOUJUTSU: HANKETSUGAN
[Técnica Ocular: Olhar do Julgamento]


Hand fits giving so do it
That's what the Gospel said to me
Life fits living so let your judgments go
That's how our future should be
Traveling down my own road
Watching the signs as they go
Traveling down my own road
And I'm watching the signs as I go


(Madonna, Sky Fits Heaven)

Konoha possui muitos clãs antigos e poderes hereditários no DNA de algumas famílias. Mas este doujutsu jovem está apenas em sua segunda geração: o primeiro usuário, um ninja da vila que o despertou subitamente, aprendeu a usar todos os seus poderes e começou a acreditar que se tornara um juiz absoluto dos seres humanos, além do bem e do mal - batizando seus olhos também de "Tengan" (Olhos do Céu) e Sochigan (Olhar da Medida), por sua habilidade de penetrar no coração dos homens e estimar sua moral e retidão interior. Porém o nome que mais utilizava era mesmo Hanketsugan (Olhar do Julgamento), por estas e outras razões.

Tal se tornou sua arrogância que terminou desafiando o Hokage Ryuuzaki, que lhe ensinou uma lição não só derrotando-o como proibindo-o de usar seus poderes, que mal empregados podia semear a discórdia em sua vila. Humilhado mas concedendo que estava errado, permitiu que seus olhos fossem selados e ele se retirou da vida ninja.

Mas este shinobi teve um filho. E qualquer que seja o futuro que ele irá escrever, tornou-se herdeiro do poder do doujutsu capaz de julgar e condenar outros seres humanos, uma capacidade terrível que de fato não depende mais da culpa e sim da convicção do usuário.

Este Tema se adequa a shinobis sem clã ou possuidores de outra kekkei genkai e nativos de Konoha, onde vive o usuário anterior e pai do personagem. Este compilou todas as suas descobertas ao despertar o doujutsu no "Livro do Julgamento" (Hanketsu no Tosho), um volume de capa negra e selado para ser aberto só por ele ou seus descendentes de sangue.


Hanketsugan, Sochi no Suijun
Olho do Julgamento, Nível da Medida

Este é o primeiro nível do Hanketsugan, desperto em um momento onde o personagem sofrer sua primeira e até então maior injustiça. Algo que lhe revolte até as entranhas, em um RP de 500 palavras. Consta no Hanketsu no Tosho que o primeiro usuário o manifestou quando foi derrotado no Chuunin Shiken, segunda etapa. No que aos olhos dele parecia injustiça e desfavorecimento (ter os demais de sua equipe envenenados por uma tocaia e ele perdendo no segundo confronto com outra equipe, sozinho) e retornou à vila com os primeiros poderes, era uma situação legítima da prova o que atesta que o julgamento dos olhos pode ser parcial.
Este nível aparece como olhos de fundo azul índigo, com pupilas transformadas em um círculo com um símbolo de olho estilizado ao centro. Diferente de outros doujutsus, não existe um desgaste em ativar a transformação: apenas quando usar seus dois poderes iniciais, ou seja, até aprender a utilizar ambos Shinsou no Sochi e Shougen no Sochi o doujutsu aparenta não conceder habilidades especiais.

Shinsou no Sochi
Medida da Situação Verdadeira
Rank: D

Esta técnica desperta em RP de combate, inclusive pode ser descoberta somando ao RP de liberação do Hanketsugan. Quando encara uma pessoa e utiliza esta técnica, o portador do doujutsu descobre se a pessoa acredita ou não no que está dizendo. É uma percepção falha da verdade, porque o outro pode estar vítima de um genjutsu ou ter recebido uma mentira em primeiro lugar, ou ver a situação de forma distorcida pela sua mente, contudo se a fabricação do fato é pessoal e o alvo sabe disto, não há como se esconder do olhar que vê sua convicção.
O usuário pode fazer perguntas ou usar a própria narração do alvo como suporte para testar sua verdade.
Custo de manutenção após o primeiro post e mais perguntas: 2/1 após o primeiro post.

Shougen no Sochi
Medida do Testemunho
Rank: C

Segunda técnica inicial do Henketsugan, envolve um RP mais elaborado onde o personagem investiga uma situação e tem seus novos poderes sensoriais desenvolvidos. É mais sofisticada que o Shinshou no Sochi, quase sobrenatural: o doujutsu lê cenas recentes em um ambiente (mesmo tópico ou tópico anterior), ecos do passado que ele consegue acessar e perceber o que as pessoas que passaram por ali fizeram. As imagens aparecem fantasmagóricas e multicoloridas, mas são nítidas o suficiente para ver se plantaram armadilhas, foram mesmo em uma direção, discutiam etc.
Caso o usuário chegue ao nível de Chuunin ou tenha Controle de Chakra 10, ele consegue ainda ler seus lábios (uma pessoa por post) e ver o que estava um indivíduo por vez falando. Se for Chuunin e tiver Controle de Chakra 10, escutará suas vozes e demais sons, e as aparições terão nitidez perfeita para detalhes, como doujutsus acionados, sangue na roupa etc, surgindo para outras pessoas se ele quiser.
O doujutsu permite reprisar uma cena várias vezes, embora se os tópicos transcorrerem com novas cenas sua habilidade não pode ir mais longe do que a recente.
Custo de manutenção após o primeiro post: 3/1 após o primeiro post.

Etapa de evolução

Até então as habilidades do Hanketsugan são mais perceptivas e zero ofensivas, embora transforme o usuário em um tipo de sensor especializado e mais sofisticado. Conforme sua precisão no uso do doujutsu aumenta, novas habilidades são adicionadas e todas constantes no Livro.

Com o domínio das duas técnicas anteriores e participação de um RP não aberto pelo usuário, narrado e onde ele passe por uma situação delicada e com risco de vida o doujutsu manifesta a intenção de usar habilidades para "julgar" outras pessoas como inimigos do seu portador. Inclusive a aprovação das duas técnicas a seguir podem ser feitas com o nível suficiente de palavras e no meio do tópico, caso alcance o número exigido. Pelo menos uma pode ser destravada, a seguinte em RPs diversos seguintes até criados pelo usuário e de treinamento.

Jibatsu no Jutsu: Attsuu
Técnica do Julgamento: Dor Opressiva
Rank: C

Em meio ao pânico, o portador sob ataque de um indivíduo que lhe pareça desejar mal (mesmo que seja só crença pessoal disto) força seu doujutsu a fazer o corpo do outro lembrar da pior dor que sofreu. Caso seja um (quase impossível) indivíduo que não tenha sofrido dores, o doujutsu invoca mesmo as dores do parto de sua mãe sobre seu corpo.
O outro sofre aguilhadas de dor com horrível sofrimento, constantes, enquanto o usuário encará-lo após usar o doujutsu. Pode ser mantido até por várias horas, sem custo para o portador do Henketsugan. A dor é incapacitante e causa penalidades conforme a Resistência do afetado:

Resistência 0: -4 na Velocidade, Taijutsu e Controle de Chakra, indivíduo não pode se concentrar em nenhum ninjutsu ou genjutsu, não pode mesmo falar resumindo-se a gritar, correr ou tentar sair de perto
Resistência 1 a 3: -3 na Velocidade, Taijutsu e Controle de Chakra, indivíduo não pode se concentrar em nenhum ninjutsu ou genjutsu por um post, mesmo aqueles em manutenção
Resistência 4 a 6: -3 na Velocidade, Taijutsu e Controle de Chakra, indivíduo pode manter jutsus já ativos e usar ninjutsu e genjutsu, embora não simultâneos mesmo com Controle de Chakra alto
Resistência 7 a 10: -2 na Velocidade, Taijutsu e Controle de Chakra, indivíduo pode realizar jutsus simultâneos após um post
Resistência 10+: -2 na Velocidade, Taijutsu e Controle de Chakra

Jibatsu no Jutsu: Gou Utsuwa
Técnica do Julgamento: Instrumentos de Tortura
Rank: C

Se seu inimigo estiver indefeso, o personagem é capaz de materializar da memória ou imaginação do usuário uma série de instrumentos de tortura e punição fantasmagóricos, todos ficam flutuando em semi-círculo à sua volta e esperando para serem usados. Tocando a teste da futura vítima ainda faz com que uma cadeira sólida e algemas surjam debaixo e ao seu redor, prendendo tornozelos e pulsos.
Os instrumentos são materializações psíquicas e sua existência desgasta um pouco o usuário, porém possuem o poder de evocar memórias da vítima quando são empregados em tortura. Cada cravada deles por post seguida de uma pergunta, mesmo que a vítima feche os olhos e a boca, faz o fantasma de uma lembrança aparecer para todos na cena e representar uma situação que foi questionada. Apenas a ação e fala do envolvido surgem e ficam flutuando no ar, a menos que o usuário seja Chuunin ou tenha Controle de Chakra 10, quando pode fazer surgir mais e mais aparições representando outras pessoas e objetos presentes na memória.
E mais: ao terminar a sessão de perguntas, o portador deixa marcada para cada questão o mesmo símbolo em sua pupila naquele ponto (exceto se feriu o mesmo ponto duas vezes, deixa apenas um símbolo), a marca do Henketsugan. Por um número de dias igual ao número de símbolos, a vítima irá ter pesadelos recorrentes com seus pecados - se o usuário considerar que foram - e perda variável ou redução parcial e total da recuperação em stamina.
Se tiver misericórdia ou quiser, o portador pode remover os símbolos passando a mão sobre eles a qualquer momento e por sua vontade. Apenas usuários de fuuinjutsu em terceiro nível conseguem remover os efeitos finais do doujutsu.
Todo ferimento pelos instrumentos de tortura se reduzem a cicatrizes fechadas e machucados ao fim da sessão, o que permite re-torturar de novo em pouco tempo...
Custo de manutenção após o primeiro post: 3/1 após o primeiro post.

Jutsus Adicionais do Hanketsugan, Sochi no Suijun

Técnicas que podem ser aprendidas após a primeira da Etapa de Evolução deste nível ser descoberta. A maioria de uma nova categoria além da Jibatsu no Jutsu (Técnica do Julgamento): Jinkei no Jutsu (Técnica da Misericórdia), além de uma Jibatsu no Jutsu especial.

Jinkei no Jutsu: Shosebbou
Técnica da Misericórdia: Verdade Ensinada
Rank: C

Sendo uma exceção às técnicas do doujutsu que são Ninjutsu, esta é um Genjutsu. Permite a um usuário, quando defrontado com uma pessoa em pânico ou alterada pela revelação de uma terrível realidade, acionar o doujutsu e mesmo sem encará-la colocar a mão em algum ponto de sua cabeça e lhe transmitir uma sensação serena, enquanto lhe faz recordar a mesma verdade mas sob um ponto de vista mais racional e isento de apego ou envolvimento emocional. Isto sobrepõe a tempestade nervosa do alvo e lhe acalma as emoções. Pode suspender pelo tópico mesmo danos por trauma mental, permitindo alguém lutar, ou perturbações de insanidade, embora dependa do usuário manter o doujutsu acionado e estar próximo ao reerguido (no primeiro caso, a verdade calma se mantêm o quanto o receptor quiser se manter fiel a ela, caso prefira se acalmar ficará com a lembrança melhor para sempre).
Quando domina esta técnica, o doujutsu Hanketsugan confere quando ativo total imunidade ao usuário de qualquer genjutsu Rank B ou menos que lhe cause trauma mental, dor, sofrimento ou qualquer coisa que não apenas ilusões sem perturbação. Ainda sim o usuário pode ser enganado e desvirtuado por vários efeitos que não provoquem ataque à saúde do corpo e da mente.

[Jinkei no Jutsu: Sorayume
Técnica da Misericórdia: Sonho Fabricado
Rank: C

Outra exceção como são as técnicas Jinkei e que são categorizadas como Genjutsu. Ativando o doujutsu e contemplando um indivíduo dormir, o usuário do Henketsugan pode forçar que ele sonhe com suas memórias, quaisquer que sejam, tendo um insight das motivações do portador ou revelando-lhe uma cena que ele conheça. Não pode ser usado forçando o alvo a dormir e lhe implantando a memória à força, e ela desaparecerá como qualquer sonho se o receptor não prestar atenção nela acordado e tentar recordá-la como algo importante. A técnica não funciona em sono induzido por genjutsu, mas age em sono químico.
Quando domina esta técnica, o doujutsu Hanketsugan confere quando ativo total imunidade a sono induzido por meios não químicos e controle sobre seus sonhos, fazendo ele sonhar com o que quiser e quando quiser.

Jinkei no Jutsu: Shahei
Técnica da Misericórdia: Escudar Outro
Rank: B

Colocando sua mão à frente em uma posição determinada e com o doujutsu ativado, o portador do doujutsu pode "provar" a qualquer um que alguém não está naquela cena, anunciando isto. A luz, odor, cheiro, emanação de chakra, até presença de pegadas e calor são varridos da cena, desaparecendo da percepção mesmo de exímios sensores. O próprio chakra da técnica é escudado e o Byakugan e Sharingan (exceto Mangekyou Sharingan, a não ser que o usuário tenha dominado o próximo nível complexo do doujutsu; aí até o Mangekyou Sharingan é enganado) não perfuram esta percepção de que há uma técnica ativa.
Existem duas condições para escudar outro: que ele esteja próximo, no mesmo tópico, e não se mexa ou ataque enquanto o doujutsu estiver em efeito. O receptor do escudo pode ativar habilidades pessoais como doujutsus e técnicas passivas ou que lhe afetem apenas. Este dura até o final da cena (tópico ou mais de um caso sigam na mesma cena).
Esta técnica não concede poderes adicionais ao doujutsu.
Se o usuário for Jounin ou tiver Controle de Chakra 15, ele pode escudar a si mesmo naquela cena, cumprindo as restrições exceto impor a mão à frente.

Jibatsu no Jutsu: Hanketsu Shichitou
Técnica do Julgamento: As Sete Espadas do Julgamento
Rank: A

Até dominar o próximo nível, o primeiro portador do doujutsu usava este como principal modo de ataque. O doujutsu cria sete armas, que não precisam ser necessariamente espadas, como materializações fantasmagóricas de seu senso de justiça, como os instrumentos de tortura do Gou Utsuwa. Ele segura em uma delas e declara qualquer dos sete julgamentos, com consequências particulares (ele precisa anunciar claramento o julgamento):

"Eu julgo: este indivíduo é culpado e além de qualquer redenção, corrupto até o fundo de sua alma": Todas as armas, inclusive aquela em sua mão, voam até o alvo e procuram perfurá-lo. Caso consigam, a vítima sofre uma dor excruciante como no Attsuu e severos danos, que são desta vez permanentes, e pode morrer. As penalidades de dor do Attsuu duram até o final do tópico, mesmo que o alvo fuja de perto do portador.

"Eu julgo: este indivíduo é culpado mas as circunstâncias não são conclusivas sobre seu total envolvimento. Dúvida": Todas as armas buscam se cravar ao redor do alvo e saem delas correntes que tentam se fechar em seu pescoço, fundindo-se em uma coleira. Se o Gou Utsuwa for conhecido, o alvo recebe seus efeitos até o final do tópico e fica paralisado pela coleira, esclarecendo sua culpa. Custo de manutenção é dispensado.

"Eu julgo: este indivíduo é culpado mas foi induzido por outros. Partícipe do crime": Todas as armas se cravam como na culpa absoluta, mas com dor duradoura e sem ferimentos.

"Eu julgo: este indivíduo auxiliou por ignorância ou má fé o criminoso, mas não tinha real intenção. Culpa decorrente": As armas se transformam em olhos marcados na pele do receptor como no Gou Utsuwa e por sete dias a vítima sofrerá pesadelos com dores.

"Eu absolvo: sua consciência é pesada, mas não por este crime. Punição por outro dolo": Como na culpa absoluta, mas com ferimentos e sem as dores, ainda com risco de morte - "absolvição com punição"

"Eu absolvo: ainda há crimes a pagar, mas já sofreu bastante. Compensação": Como na culpa de partícipe, contudo ocorre dor e os olhos marcados criando pesadelos da Culpa decorrente.

"Eu absolvo: de fato o indivíduo é um exemplo de virtude, e será recompensado. Justiça seja feita": O usuário ganha o acesso às sete armas, que ficam tatuadas em sua pele, e pode ser ensinado a proferir seu julgamento contra outra pessoa daqui por diante. Só pode ter uma transferência de julgamento por vez. O usuário também pode se preparar para um julgamento futuro guardando em si as armas, o que lhe economiza chakra na hora de usar se descansou depois do armazenamento próprio.

Hanketsugan, Ten no Suijun
Olho do Julgamento, Nível do Céu


A partir daqui a arrogância pelo papel de juiz do homem colocou o antigo portador no papel de "enviado dos céus para limpar a escória humana", e os poderes assumem um verniz ainda mais sobrenatural e determinante. São jutsus complicados de usar, envolve se colocar no papel de julgador dos outros e mantêm o usuário na fina linha entre a soberba e o ponto de vista lógico das coisas. A tentação de punir outros indiscriminadamente amaldiçoará seu usuário daqui em diante.
Toda técnica é derivada em RP narrado, jamais em treinamento, porém o RP pode ter nada a ver com a situação da técnica. Surge uma nova categoria: Keishi no Jutsu (Técnica da Execução)

Como obter: Nível Chuunin ou superior, o usuário tem que ter matado outro ser humano (apenas PCs ou NPCs controlador por um narrador) com os poderes do seu doujutsu ajudando. Em especial o Hanketsu Shichitou foi a forma utilizada pelo primeiro portador.

Jibatsu no Jutsu: Rengoku
Técnica do Julgamento: Purgatório
Rank: B

Técnica em que o usuário cria uma zona esférica e vermelho-escura sob si e um alvo. Ambos não podem remover os pés uma vez pegos, e nem o portador pode atacar o seu alvo de captura sob risco de desfazer a técnica. Porém se o outro começar uma ação com intensão ofensiva, o portador apenas diz "Sofra" e ganchos com correntes saem do círculo no chão e se cravam na carne da vítima, cessando o ataque que ela usaria. Somente os poucos seres humanos que controlam sua intenção hostil conseguem evitar este problema.
Os ganchos causam as dores do Attsuu e os ferimentos decorrentes após a técnica ser cancelada são apenas parcialmente removidos, restando o suficiente caso sejam recebidos demais para matar alguém se esvaindo em sangue.
A técnica, infelizmente, esgota muito o portador. Este e o alvo podem sofrer um choque físico caso alguém interfira na técnica (inclusive o próprio que interfere), recebendo danos múltiplos de Rank D a B dependendo da interferência.
Custo de manutenção após o primeiro post: 5/2 após o primeiro post.

Keishi no Jutsu: Setsu
Técnica da Execução: Cláusula
Rank: B

Permite estabelecer um acordo em que o usuário aperta a mão do alvo e estabelece uma condição que ele cumpra. Da mão do portador sai uma seta negra que se desenha no braço que a segura, formando um pequeno grupo de olhos e espadas tatuadas. Se a qualquer momento nas próximas 48 horas a cláusula for violada, sete espadas se cravam no alvo perfurando seu corpo automaticamente. Os danos são compatíveis com armas comuns, não as espadas ferozes do Hanketsu Shichitou, embora possa matar.
Se o receptor tem outra marca criada por este doujutsu, a duração se estende até a remoção da marca. Somente usuários de fuuinjutsu do terceiro nível conseguem remover esta cláusula.

Sugitakoto no Sochi
Medida da Circunstância Passada
Rank: A

Um poder que devassa os céus que a tudo contemplam, e permite ao encarar uma vítima (mesmo que ela não cruze olhos com o portador) combinar efeitos de jutsus anteriores desta kekkei genkai e saber se um determinado alvo fez ou não alguma coisa, com precisão de 90%. Mentiras desta vez não são distorcidas pela convicção e cenas vívidas aparecem para o usuário. Uma pergunta por post.
Custo de manutenção após o primeiro post: 7/4 após o primeiro post.

Keishi no Jutsu: Kansai
Técnica da Execução: Corte Sumária
Rank: A

Técnica mais útil quanto mais aliados tem ao seu lado. Investe o portador e seus aliados de poderes para levar um julgamento adiante: contra um único alvo, suas habilidades são intensificadas. 3 PEVs são concedidos para distribuição livre para todos eles, desde que estejam próximos ao usuário quando o doujutsu for invocado. +1 PEV pode ser obtido acrescentando mais energia à manutenção, o que desgasta mais o portador.
Todos envolvidos na execução devem permanecer no mesmo tópico (ou cena) e ao alcance visual do portador ainda que ele não esteja contemplando-os no momento.
Custo de manutenção após o primeiro post: 4/1 após o primeiro post +1/+1 por PEV adicional até no máximo 6 PEVs por 7/4 em cada post.

Jibatsu no Jutsu: Jikkei
Técnica do Julgamento: Sentença de Encarceramento
Rank: S

Este jutsu podia até ter encerrado a carreira do Hokage Ryuuzaki se não fosse sua grande velocidade e auxílio de Raijuus, que o salvaram. Ela ergue uma cúpula ao redor do usuário e do alvo, que se estende mesmo debaixo da terra. Nesta zona ambos são separados dimensionalmente do resto do mundo e o portador consegue criar livremente as Hanketsu Shichitou, sem custo em chakra, com um recurso esmagador contra seu alvo. Para piorar os danos ao usuário são reduzidos como se ele tivesse Resistência 10 (se já possuí-la, aumenta em 3 pontos), permitindo a ele combater oponentes mais poderosos. Não é possível escapar deste julgamento de dentro a não ser que o portador decrete isto ou encerre a técnica, mas o espaço interno é muito maior que o externo.
Conhecimento e uso de kekkaijutsu de terceiro nível, técnicas de romper barreiras, técnicas dimensionais de algum tipo, transporte de espaço-tempo ou um ataque de duas frentes do usuário e um aliado que ele invoque dentro da zona (como um Raijuu de Ryuuzaki ou outra invocação) que sejam de Rank A ou superior, podem desestabilizar a fissão dimensional e desfazer o isolamento de ambos.
Custo de manutenção após o primeiro post: 10/7 por post.

Jinkei no Jutsu: Hakushitekkai
Técnica da Misericórdia: Revogação Completa
Rank: S

O usuário pode, caso tenha chegado a algum tipo de consenso com outro ser que tenha inflingido ferimentos ou qualquer forma de dano, ou por vontade própria "revogar" com o doujutsu todo prejuízo que causou. Não é uma regeneração: é uma técnica de espaço-tempo que volta ao passado e coloca a vítima como estava antes, inclusive danos a objetos. É o poder sem letalidade mas mais impressionante e além da imaginação, mesmo que só funcione no mesmo tópico (ou cena sequencial de tópicos ligados) e não "revogue" a morte.
O primeiro portador utilizou este jutsu pela primeira e única vez em Ryuuzaki quando este começou a tossir violentamente (doente como já estava) ao final da luta e antes de ser selado, despertando o poder naquela hora. Afinal, como provocara a crise respiratória, cancelou-a e Ryuuzaki esteve como novo.
Nem chakra nem stamina são devolvidos pela revogação do jutsu, somente danos diretos. Até uma localidade como um prédio pode ser alvo.
Quando domina esta técnica, o doujutsu Hanketsugan confere a capacidade de usar esta técnica em efeitos passados e ativos do doujutsu, como as marcas deixadas em outros, em qualquer lugar cancelando o prejuízo; porém apenas estes efeitos são canceláveis.

Keishi no Jutsu: Koukeiri
Técnica da Execução: Carrasco
Rank: S

O portador aciona o doujutsu e todas as linhas ganham no olho ganham uma cor iridiscente, várias linhas com múltiplos tons de cores, antes do Hanketsugan se fechar e o olho voltar ao normal. Esta técnica consome todo o chakra do usuário (até o mínimo 1) e sela o doujutsu até ele recuperar seu chakra ao máximo.
Em compensação, o portador pode remover do seu reflexo em um espelho ou superfície reflexiva presente sua imagem, que cresce até o dobro do tamanho, ganha um capuz negro e uma arma de preferência nas mãos. O avatar da execução, doujutsu mais ofensivo do Hanketsugan, que usa o chakra drenado e dependendo da quantidade possui mais e mais poderes:

Chakra 1: O executor tem os mesmos PEVs do seu criador e pode realizar apenas ataques físicos. Doujutsu sempre acionado.
Chakra: 2 a 20: Além do anterior, pode usar o chakra armazenado em sua criação para qualquer ninjutsu ou genjutsu
Chakra 21 a 40: Além dos anteriores, +2 PEVs em Força, Velocidade e Resistência.
Chakra 41 a 80: Além dos anteriores, reserva de chakra para usar jutsus aumenta em 20 pontos além do que foi drenado
Chakra 81 a 100: Além dos anteriores, +3 PEVs em Força, Velocidade e Resistência.
Chakra 101 a 150: Além dos anteriores, reserva de chakra para usar jutsus aumenta em 20 pontos além do que foi drenado (cumulativo com a outra ampliação)
Chakra 151+: Além dos anteriores, +4 PEVs em Força, Velocidade e Resistência e regenera continuamente danos como se alvo de um jutsu médico Rank C a todo momento.

Este avatar pode ser morto sem prejuízo ao portador. Ele não tem alma ou sistema circulatório de chakra propriamente dito, é uma criação de chakra. O chakra dele não pode ser reabsorvido de volta por qualquer meio.
O usuário pode ao usar a técnica parecer que entra no espelho ou superfície reflexiva e descansa lá dentro, mas é um efeito de espaço-tempo que o devolve a um ponto no mesmo país em que se encontre e o coloque a salvo. Caso não tenha fixado qual ponto, é lançado em segurança mas aleatoriamente longe do combate.
O criador da técnica achava uma técnica covarde, mas o que é um carrasco senão a mão de um juiz?

Keishi no Jutsu: Shikei
Técnica da Execução: Pena de Morte
Rank: S+

Colocando em termos simples, qualquer alvo do Setsu que rompa a cláusula acertada, onde esteja, avisa ao portador que pode acionar este doujutsu e pára o coração da vítima. Somente um poderoso jutsu médico ou circunstância similar permite que ela continue viva. Romper a cláusula pode levar a uma execução ainda pior.


Código:
[quote][quote][center][size=18][color=darkblue]DOUJUTSU: HANKETSUGAN[/color][/size]
[Técnica Ocular: Olhar do Julgamento][/center]

[i]Hand fits giving so do it
That's what the Gospel said to me
Life fits living so let your judgments go
That's how our future should be
Traveling down my own road
Watching the signs as they go
Traveling down my own road
And I'm watching the signs as I go[/i]

(Madonna, [i]Sky Fits Heaven[/i])

Konoha possui muitos clãs antigos e poderes hereditários no DNA de algumas famílias. Mas este doujutsu jovem está apenas em sua segunda geração: o primeiro usuário, um ninja da vila que o despertou subitamente, aprendeu a usar todos os seus poderes e começou a acreditar que se tornara um juiz absoluto dos seres humanos, além do bem e do mal - batizando seus olhos também de "Tengan" (Olhos do Céu) e Sochigan (Olhar da Medida), por sua habilidade de penetrar no coração dos homens e estimar sua moral e retidão interior. Porém o nome que mais utilizava era mesmo Hanketsugan (Olhar do Julgamento), por estas e outras razões.

Tal se tornou sua arrogância que terminou desafiando o Hokage Ryuuzaki, que lhe ensinou uma lição não só derrotando-o como proibindo-o de usar seus poderes, que mal empregados podia semear a discórdia em sua vila. Humilhado mas concedendo que estava errado, permitiu que seus olhos fossem selados e ele se retirou da vida ninja.

Mas este shinobi teve um filho. E qualquer que seja o futuro que ele irá escrever, tornou-se herdeiro do poder do doujutsu capaz de julgar e condenar outros seres humanos, uma capacidade terrível que de fato não depende mais da culpa e sim da convicção do usuário.

Este Tema se adequa a shinobis sem clã ou possuidores de outra kekkei genkai e nativos de Konoha, onde vive o usuário anterior e pai do personagem. Este compilou todas as suas descobertas ao despertar o doujutsu no "Livro do Julgamento" (Hanketsu no Tosho), um volume de capa negra e selado para ser aberto só por ele ou seus descendentes de sangue.

[center][img]http://illiweb.com/fa/pbucket.gif[/img][/center]

[u][b]Hanketsugan, Sochi no Suijun[/b][/u]
[i]Olho do Julgamento, Nível da Medida[/i]

Este é o primeiro nível do Hanketsugan, desperto em um momento onde o personagem sofrer sua primeira e até então maior injustiça. Algo que lhe revolte até as entranhas, em um RP de 500 palavras. Consta no Hanketsu no Tosho que o primeiro usuário o manifestou quando foi derrotado no Chuunin Shiken, segunda etapa. No que aos olhos dele parecia injustiça e desfavorecimento (ter os demais de sua equipe envenenados por uma tocaia e ele perdendo no segundo confronto com outra equipe, sozinho) e retornou à vila com os primeiros poderes, era uma situação legítima da prova o que atesta que o julgamento dos olhos pode ser parcial.
Este nível aparece como olhos de fundo azul índigo, com pupilas transformadas em um círculo com um símbolo de olho estilizado ao centro. Diferente de outros doujutsus, não existe um desgaste em ativar a transformação: apenas quando usar seus dois poderes iniciais, ou seja, até aprender a utilizar ambos Shinsou no Sochi e Shougen no Sochi o doujutsu aparenta não conceder habilidades especiais.

[u][b]Shinsou no Sochi[/b][/u]
[i]Medida da Situação Verdadeira[/i]
[b]Rank: [color=blue]D[/color][/b]

Esta técnica desperta em RP de combate, inclusive pode ser descoberta somando ao RP de liberação do Hanketsugan. Quando encara uma pessoa e utiliza esta técnica, o portador do doujutsu descobre se a pessoa acredita ou não no que está dizendo. É uma percepção falha da verdade, porque o outro pode estar vítima de um genjutsu ou ter recebido uma mentira em primeiro lugar, ou ver a situação de forma distorcida pela sua mente, contudo se a fabricação do fato é pessoal e o alvo sabe disto, não há como se esconder do olhar que vê sua convicção.
O usuário pode fazer perguntas ou usar a própria narração do alvo como suporte para testar sua verdade.
[b]Custo de manutenção após o primeiro post e mais perguntas:[/b] 2/1 após o primeiro post.

[u][b]Shougen no Sochi[/b][/u]
[i]Medida do Testemunho[/i]
[b]Rank: [color=green]C[/color][/b]

Segunda técnica inicial do Henketsugan, envolve um RP mais elaborado onde o personagem investiga uma situação e tem seus novos poderes sensoriais desenvolvidos. É mais sofisticada que o Shinshou no Sochi, quase sobrenatural: o doujutsu lê cenas recentes em um ambiente (mesmo tópico ou tópico anterior), ecos do passado que ele consegue acessar e perceber o que as pessoas que passaram por ali fizeram. As imagens aparecem fantasmagóricas e multicoloridas, mas são nítidas o suficiente para ver se plantaram armadilhas, foram mesmo em uma direção, discutiam etc.
Caso o usuário chegue ao nível de Chuunin ou tenha Controle de Chakra 10, ele consegue ainda ler seus lábios (uma pessoa por post) e ver o que estava um indivíduo por vez falando. Se for Chuunin e tiver Controle de Chakra 10, escutará suas vozes e demais sons, e as aparições terão nitidez perfeita para detalhes, como doujutsus acionados, sangue na roupa etc, surgindo para outras pessoas se ele quiser.
O doujutsu permite reprisar uma cena várias vezes, embora se os tópicos transcorrerem com novas cenas sua habilidade não pode ir mais longe do que a recente.
[b]Custo de manutenção após o primeiro post:[/b] 3/1 após o primeiro post.

[u][b]Etapa de evolução[/b][/u]

Até então as habilidades do Hanketsugan são mais perceptivas e zero ofensivas, embora transforme o usuário em um tipo de sensor especializado e mais sofisticado. Conforme sua precisão no uso do doujutsu aumenta, novas habilidades são adicionadas e todas constantes no Livro.

[b]Com o domínio das duas técnicas anteriores e participação de um RP não aberto pelo usuário, narrado e onde ele passe por uma situação delicada e com risco de vida[/b] o doujutsu manifesta a intenção de usar habilidades para "julgar" outras pessoas como inimigos do seu portador. Inclusive a aprovação das duas técnicas a seguir podem ser feitas com o nível suficiente de palavras e no meio do tópico, caso alcance o número exigido. Pelo menos uma pode ser destravada, a seguinte em RPs diversos seguintes até criados pelo usuário e de treinamento.

[u][b]Jibatsu no Jutsu: Attsuu[/b][/u]
[i]Técnica do Julgamento: Dor Opressiva[/i]
[b]Rank: [color=green]C[/color][/b]

Em meio ao pânico, o portador sob ataque de um indivíduo que lhe pareça desejar mal (mesmo que seja só crença pessoal disto) força seu doujutsu a fazer o corpo do outro lembrar da pior dor que sofreu. Caso seja um (quase impossível) indivíduo que não tenha sofrido dores, o doujutsu invoca mesmo as dores do parto de sua mãe sobre seu corpo.
O outro sofre aguilhadas de dor com horrível sofrimento, constantes, enquanto o usuário encará-lo após usar o doujutsu. Pode ser mantido até por várias horas, sem custo para o portador do Henketsugan. A dor é incapacitante e causa penalidades conforme a Resistência do afetado:

[quote]Resistência 0: -4 na Velocidade, Taijutsu e Controle de Chakra, indivíduo não pode se concentrar em nenhum ninjutsu ou genjutsu, não pode mesmo falar resumindo-se a gritar, correr ou tentar sair de perto
Resistência 1 a 3: -3 na Velocidade, Taijutsu e Controle de Chakra, indivíduo não pode se concentrar em nenhum ninjutsu ou genjutsu por um post, mesmo aqueles em manutenção
Resistência 4 a 6: -3 na Velocidade, Taijutsu e Controle de Chakra, indivíduo pode manter jutsus já ativos e usar ninjutsu e genjutsu, embora não simultâneos mesmo com Controle de Chakra alto
Resistência 7 a 10: -2 na Velocidade, Taijutsu e Controle de Chakra, indivíduo pode realizar jutsus simultâneos após um post
Resistência 10+: -2 na Velocidade, Taijutsu e Controle de Chakra[/quote]

[u][b]Jibatsu no Jutsu: Gou Utsuwa[/b][/u]
[i]Técnica do Julgamento: Instrumentos de Tortura[/i]
[b]Rank: [color=green]C[/color][/b]

Se seu inimigo estiver indefeso, o personagem é capaz de materializar da memória ou imaginação do usuário uma série de instrumentos de tortura e punição fantasmagóricos, todos ficam flutuando em semi-círculo à sua volta e esperando para serem usados. Tocando a teste da futura vítima ainda faz com que uma cadeira sólida e algemas surjam debaixo e ao seu redor, prendendo tornozelos e pulsos.
Os instrumentos são materializações psíquicas e sua existência desgasta um pouco o usuário, porém possuem o poder de evocar memórias da vítima quando são empregados em tortura. Cada cravada deles por post seguida de uma pergunta, mesmo que a vítima feche os olhos e a boca, faz o fantasma de uma lembrança aparecer para todos na cena e representar uma situação que foi questionada. Apenas a ação e fala do envolvido surgem e ficam flutuando no ar, a menos que o usuário seja Chuunin ou tenha Controle de Chakra 10, quando pode fazer surgir mais e mais aparições representando outras pessoas e objetos presentes na memória.
E mais: ao terminar a sessão de perguntas, o portador deixa marcada para cada questão o mesmo símbolo em sua pupila naquele ponto (exceto se feriu o mesmo ponto duas vezes, deixa apenas um símbolo), a marca do Henketsugan. Por um número de dias igual ao número de símbolos, a vítima irá ter pesadelos recorrentes com seus pecados - se o usuário considerar que foram - e perda variável ou redução parcial e total da recuperação em stamina.
Se tiver misericórdia ou quiser, o portador pode remover os símbolos passando a mão sobre eles a qualquer momento e por sua vontade. Apenas usuários de fuuinjutsu em terceiro nível conseguem remover os efeitos finais do doujutsu.
Todo ferimento pelos instrumentos de tortura se reduzem a cicatrizes fechadas e machucados ao fim da sessão, o que permite re-torturar de novo em pouco tempo...
[b]Custo de manutenção após o primeiro post:[/b] 3/1 após o primeiro post.

[u][b]Jutsus Adicionais do Hanketsugan, Sochi no Suijun[/b][/u]

Técnicas que podem ser aprendidas após a primeira da Etapa de Evolução deste nível ser descoberta. A maioria de uma nova categoria além da Jibatsu no Jutsu (Técnica do Julgamento): Jinkei no Jutsu (Técnica da Misericórdia), além de uma Jibatsu no Jutsu especial.

[u][b]Jinkei no Jutsu: Shosebbou[/b][/u]
[i]Técnica da Misericórdia: Verdade Ensinada[/i]
[b]Rank: [color=green]C[/color][/b]

Sendo uma exceção às técnicas do doujutsu que são Ninjutsu, esta é um Genjutsu. Permite a um usuário, quando defrontado com uma pessoa em pânico ou alterada pela revelação de uma terrível realidade, acionar o doujutsu e mesmo sem encará-la colocar a mão em algum ponto de sua cabeça e lhe transmitir uma sensação serena, enquanto lhe faz recordar a mesma verdade mas sob um ponto de vista mais racional e isento de apego ou envolvimento emocional. Isto sobrepõe a tempestade nervosa do alvo e lhe acalma as emoções. Pode suspender pelo tópico mesmo danos por trauma mental, permitindo alguém lutar, ou perturbações de insanidade, embora dependa do usuário manter o doujutsu acionado e estar próximo ao reerguido (no primeiro caso, a verdade calma se mantêm o quanto o receptor quiser se manter fiel a ela, caso prefira se acalmar ficará com a lembrança melhor para sempre).
Quando domina esta técnica, o doujutsu Hanketsugan confere quando ativo total imunidade ao usuário de qualquer genjutsu Rank B ou menos que lhe cause trauma mental, dor, sofrimento ou qualquer coisa que não apenas ilusões sem perturbação. Ainda sim o usuário pode ser enganado e desvirtuado por vários efeitos que não provoquem ataque à saúde do corpo e da mente.

[[u][b]Jinkei no Jutsu: Sorayume[/b][/u]
[i]Técnica da Misericórdia: Sonho Fabricado[/i]
[b]Rank: [color=green]C[/color][/b]

Outra exceção como são as técnicas Jinkei e que são categorizadas como Genjutsu. Ativando o doujutsu e contemplando um indivíduo dormir, o usuário do Henketsugan pode forçar que ele sonhe com suas memórias, quaisquer que sejam, tendo um insight das motivações do portador ou revelando-lhe uma cena que ele conheça. Não pode ser usado forçando o alvo a dormir e lhe implantando a memória à força, e ela desaparecerá como qualquer sonho se o receptor não prestar atenção nela acordado e tentar recordá-la como algo importante. A técnica não funciona em sono induzido por genjutsu, mas age em sono químico.
Quando domina esta técnica, o doujutsu Hanketsugan confere quando ativo total imunidade a sono induzido por meios não químicos e controle sobre seus sonhos, fazendo ele sonhar com o que quiser e quando quiser.

[u][b]Jinkei no Jutsu: Shahei[/b][/u]
[i]Técnica da Misericórdia: Escudar Outro[/i]
[b]Rank: [color=orange]B[/color][/b]

Colocando sua mão à frente em uma posição determinada e com o doujutsu ativado, o portador do doujutsu pode "provar" a qualquer um que alguém não está naquela cena, anunciando isto. A luz, odor, cheiro, emanação de chakra, até presença de pegadas e calor são varridos da cena, desaparecendo da percepção mesmo de exímios sensores. O próprio chakra da técnica é escudado e o Byakugan e Sharingan (exceto Mangekyou Sharingan, a não ser que o usuário tenha dominado o próximo nível complexo do doujutsu; aí até o Mangekyou Sharingan é enganado) não perfuram esta percepção de que há uma técnica ativa.
Existem duas condições para escudar outro: que ele esteja próximo, no mesmo tópico, e não se mexa ou ataque enquanto o doujutsu estiver em efeito. O receptor do escudo pode ativar habilidades pessoais como doujutsus e técnicas passivas ou que lhe afetem apenas. Este dura até o final da cena (tópico ou mais de um caso sigam na mesma cena).
Esta técnica não concede poderes adicionais ao doujutsu.
Se o usuário for Jounin ou tiver Controle de Chakra 15, ele pode escudar a si mesmo naquela cena, cumprindo as restrições exceto impor a mão à frente.

[u][b]Jibatsu no Jutsu: Hanketsu Shichitou[/b][/u]
[i]Técnica do Julgamento: As Sete Espadas do Julgamento[/i]
[b]Rank: [color=red]A[/color][/b]

Até dominar o próximo nível, o primeiro portador do doujutsu usava este como principal modo de ataque. O doujutsu cria sete armas, que não precisam ser necessariamente espadas, como materializações fantasmagóricas de seu senso de justiça, como os instrumentos de tortura do Gou Utsuwa. Ele segura em uma delas e declara qualquer dos sete julgamentos, com consequências particulares (ele precisa anunciar claramento o julgamento):

"Eu julgo: este indivíduo é culpado e além de qualquer redenção, corrupto até o fundo de sua alma": Todas as armas, inclusive aquela em sua mão, voam até o alvo e procuram perfurá-lo. Caso consigam, a vítima sofre uma dor excruciante como no Attsuu e severos danos, que são desta vez permanentes, e pode morrer. As penalidades de dor do Attsuu duram até o final do tópico, mesmo que o alvo fuja de perto do portador.

"Eu julgo: este indivíduo é culpado mas as circunstâncias não são conclusivas sobre seu total envolvimento. Dúvida": Todas as armas buscam se cravar ao redor do alvo e saem delas correntes que tentam se fechar em seu pescoço, fundindo-se em uma coleira. Se o Gou Utsuwa for conhecido, o alvo recebe seus efeitos até o final do tópico e fica paralisado pela coleira, esclarecendo sua culpa. Custo de manutenção é dispensado.

"Eu julgo: este indivíduo é culpado mas foi induzido por outros. Partícipe do crime": Todas as armas se cravam como na culpa absoluta, mas com dor duradoura e sem ferimentos.

"Eu julgo: este indivíduo auxiliou por ignorância ou má fé o criminoso, mas não tinha real intenção. Culpa decorrente": As armas se transformam em olhos marcados na pele do receptor como no Gou Utsuwa e por sete dias a vítima sofrerá pesadelos com dores.

"Eu absolvo: sua consciência é pesada, mas não por este crime. Punição por outro dolo": Como na culpa absoluta, mas com ferimentos e sem as dores, ainda com risco de morte - "absolvição com punição"

"Eu absolvo: ainda há crimes a pagar, mas já sofreu bastante. Compensação": Como na culpa de partícipe, contudo ocorre dor e os olhos marcados criando pesadelos da Culpa decorrente.

"Eu absolvo: de fato o indivíduo é um exemplo de virtude, e será recompensado. Justiça seja feita": O usuário ganha o acesso às sete armas, que ficam tatuadas em sua pele, e pode ser ensinado a proferir seu julgamento contra outra pessoa daqui por diante. Só pode ter uma transferência de julgamento por vez. O usuário também pode se preparar para um julgamento futuro guardando em si as armas, o que lhe economiza chakra na hora de usar se descansou depois do armazenamento próprio.

[u][b]Hanketsugan, Ten no Suijun[/b][/u]
[i]Olho do Julgamento, Nível do Céu[/i]

[center][img]http://illiweb.com/fa/pbucket.gif[/img][/center]

A partir daqui a arrogância pelo papel de juiz do homem colocou o antigo portador no papel de "enviado dos céus para limpar a escória humana", e os poderes assumem um verniz ainda mais sobrenatural e determinante. São jutsus complicados de usar, envolve se colocar no papel de julgador dos outros e mantêm o usuário na fina linha entre a soberba e o ponto de vista lógico das coisas. A tentação de punir outros indiscriminadamente amaldiçoará seu usuário daqui em diante.
Toda técnica é derivada em RP narrado, jamais em treinamento, porém o RP pode ter nada a ver com a situação da técnica. Surge uma nova categoria: Keishi no Jutsu (Técnica da Execução)

[b]Como obter:[/b] Nível Chuunin ou superior, o usuário tem que ter matado outro ser humano (apenas PCs ou NPCs controlador por um narrador) com os poderes do seu doujutsu ajudando. Em especial o Hanketsu Shichitou foi a forma utilizada pelo primeiro portador.

[u][b]Jibatsu no Jutsu: Rengoku[/b][/u]
[i]Técnica do Julgamento: Purgatório[/i]
[b]Rank: [color=orange]B[/color][/b]

Técnica em que o usuário cria uma zona esférica e vermelho-escura sob si e um alvo. Ambos não podem remover os pés uma vez pegos, e nem o portador pode atacar o seu alvo de captura sob risco de desfazer a técnica. Porém se o outro começar uma ação com intensão ofensiva, o portador apenas diz "Sofra" e ganchos com correntes saem do círculo no chão e se cravam na carne da vítima, cessando o ataque que ela usaria. Somente os poucos seres humanos que controlam sua intenção hostil conseguem evitar este problema.
Os ganchos causam as dores do Attsuu e os ferimentos decorrentes após a técnica ser cancelada são apenas parcialmente removidos, restando o suficiente caso sejam recebidos demais para matar alguém se esvaindo em sangue.
A técnica, infelizmente, esgota muito o portador. Este e o alvo podem sofrer um choque físico caso alguém interfira na técnica (inclusive o próprio que interfere), recebendo danos múltiplos de Rank D a B dependendo da interferência.
[b]Custo de manutenção após o primeiro post:[/b] 5/2 após o primeiro post.

[u][b]Keishi no Jutsu: Setsu[/b][/u]
[i]Técnica da Execução: Cláusula[/i]
[b]Rank: [color=orange]B[/color][/b]

Permite estabelecer um acordo em que o usuário aperta a mão do alvo e estabelece uma condição que ele cumpra. Da mão do portador sai uma seta negra que se desenha no braço que a segura, formando um pequeno grupo de olhos e espadas tatuadas. Se a qualquer momento nas próximas 48 horas a cláusula for violada, sete espadas se cravam no alvo perfurando seu corpo automaticamente. Os danos são compatíveis com armas comuns, não as espadas ferozes do Hanketsu Shichitou, embora possa matar.
Se o receptor tem outra marca criada por este doujutsu, a duração se estende até a remoção da marca. Somente usuários de fuuinjutsu do terceiro nível conseguem remover esta cláusula.

[u][b]Sugitakoto no Sochi[/b][/u]
[i]Medida da Circunstância Passada[/i]
[b]Rank: [color=red]A[/color][/b]

Um poder que devassa os céus que a tudo contemplam, e permite ao encarar uma vítima (mesmo que ela não cruze olhos com o portador) combinar efeitos de jutsus anteriores desta kekkei genkai e saber se um determinado alvo fez ou não alguma coisa, com precisão de 90%. Mentiras desta vez não são distorcidas pela convicção e cenas vívidas aparecem para o usuário. Uma pergunta por post.
[b]Custo de manutenção após o primeiro post:[/b] 7/4 após o primeiro post.

[u][b]Keishi no Jutsu: Kansai[/b][/u]
[i]Técnica da Execução: Corte Sumária[/i]
[b]Rank: [color=red]A[/color][/b]

Técnica mais útil quanto mais aliados tem ao seu lado. Investe o portador e seus aliados de poderes para levar um julgamento adiante: contra um único alvo, suas habilidades são intensificadas. 3 PEVs são concedidos para distribuição livre para todos eles, desde que estejam próximos ao usuário quando o doujutsu for invocado. +1 PEV pode ser obtido acrescentando mais energia à manutenção, o que desgasta mais o portador.
Todos envolvidos na execução devem permanecer no mesmo tópico (ou cena) e ao alcance visual do portador ainda que ele não esteja contemplando-os no momento.
[b]Custo de manutenção após o primeiro post:[/b] 4/1 após o primeiro post +1/+1 por PEV adicional até no máximo 6 PEVs por 7/4 em cada post.

[u][b]Jibatsu no Jutsu: Jikkei[/b][/u]
[i]Técnica do Julgamento: Sentença de Encarceramento[/i]
[b]Rank: [color=indigo]S[/color][/b]

Este jutsu podia até ter encerrado a carreira do Hokage Ryuuzaki se não fosse sua grande velocidade e auxílio de Raijuus, que o salvaram. Ela ergue uma cúpula ao redor do usuário e do alvo, que se estende mesmo debaixo da terra. Nesta zona ambos são separados dimensionalmente do resto do mundo e o portador consegue criar livremente as Hanketsu Shichitou, sem custo em chakra, com um recurso esmagador contra seu alvo. Para piorar os danos ao usuário são reduzidos como se ele tivesse Resistência 10 (se já possuí-la, aumenta em 3 pontos), permitindo a ele combater oponentes mais poderosos. Não é possível escapar deste julgamento de dentro a não ser que o portador decrete isto ou encerre a técnica, mas o espaço interno é muito maior que o externo.
Conhecimento e uso de kekkaijutsu de terceiro nível, técnicas de romper barreiras, técnicas dimensionais de algum tipo, transporte de espaço-tempo ou um ataque de duas frentes do usuário e um aliado que ele invoque dentro da zona (como um Raijuu de Ryuuzaki ou outra invocação) que sejam de Rank A ou superior, podem desestabilizar a fissão dimensional e desfazer o isolamento de ambos.
[b]Custo de manutenção após o primeiro post:[/b] 10/7 por post.

[u][b]Jinkei no Jutsu: Hakushitekkai[/b][/u]
[i]Técnica da Misericórdia: Revogação Completa[/i]
[b]Rank: [color=indigo]S[/color][/b]

O usuário pode, caso tenha chegado a algum tipo de consenso com outro ser que tenha inflingido ferimentos ou qualquer forma de dano, ou por vontade própria "revogar" com o doujutsu todo prejuízo que causou. Não é uma regeneração: é uma técnica de espaço-tempo que volta ao passado e coloca a vítima como estava antes, inclusive danos a objetos. É o poder sem letalidade mas mais impressionante e além da imaginação, mesmo que só funcione no mesmo tópico (ou cena sequencial de tópicos ligados) e não "revogue" a morte.
O primeiro portador utilizou este jutsu pela primeira e única vez em Ryuuzaki quando este começou a tossir violentamente (doente como já estava) ao final da luta e antes de ser selado, despertando o poder naquela hora. Afinal, como provocara a crise respiratória, cancelou-a e Ryuuzaki esteve como novo.
Nem chakra nem stamina são devolvidos pela revogação do jutsu, somente danos diretos. Até uma localidade como um prédio pode ser alvo.
Quando domina esta técnica, o doujutsu Hanketsugan confere a capacidade de usar esta técnica em efeitos passados e ativos do doujutsu, como as marcas deixadas em outros, em qualquer lugar cancelando o prejuízo; porém apenas estes efeitos são canceláveis.

[u][b]Keishi no Jutsu: Koukeiri[/b][/u]
[i]Técnica da Execução: Carrasco[/i]
[b]Rank: [color=indigo]S[/color][/b]

O portador aciona o doujutsu e todas as linhas ganham no olho ganham uma cor iridiscente, várias linhas com múltiplos tons de cores, antes do Hanketsugan se fechar e o olho voltar ao normal. Esta técnica consome todo o chakra do usuário (até o mínimo 1) e sela o doujutsu até ele recuperar seu chakra ao máximo.
Em compensação, o portador pode remover do seu reflexo em um espelho ou superfície reflexiva presente sua imagem, que cresce até o dobro do tamanho, ganha um capuz negro e uma arma de preferência nas mãos. O avatar da execução, doujutsu mais ofensivo do Hanketsugan, que usa o chakra drenado e dependendo da quantidade possui mais e mais poderes:

[quote]Chakra 1: O executor tem os mesmos PEVs do seu criador e pode realizar apenas ataques físicos. Doujutsu sempre acionado.
Chakra: 2 a 20: Além do anterior, pode usar o chakra armazenado em sua criação para qualquer ninjutsu ou genjutsu
Chakra 21 a 40: Além dos anteriores, +2 PEVs em Força, Velocidade e Resistência.
Chakra 41 a 80: Além dos anteriores, reserva de chakra para usar jutsus aumenta em 20 pontos além do que foi drenado
Chakra 81 a 100: Além dos anteriores, +3 PEVs em Força, Velocidade e Resistência.
Chakra 101 a 150: Além dos anteriores, reserva de chakra para usar jutsus aumenta em 20 pontos além do que foi drenado (cumulativo com a outra ampliação)
Chakra 151+: Além dos anteriores, +4 PEVs em Força, Velocidade e Resistência e regenera continuamente danos como se alvo de um jutsu médico Rank C a todo momento.[/quote]

Este avatar pode ser morto sem prejuízo ao portador. Ele não tem alma ou sistema circulatório de chakra propriamente dito, é uma criação de chakra. O chakra dele não pode ser reabsorvido de volta por qualquer meio.
O usuário pode ao usar a técnica parecer que entra no espelho ou superfície reflexiva e descansa lá dentro, mas é um efeito de espaço-tempo que o devolve a um ponto no mesmo país em que se encontre e o coloque a salvo. Caso não tenha fixado qual ponto, é lançado em segurança mas aleatoriamente longe do combate.
O criador da técnica achava uma técnica covarde, mas o que é um carrasco senão a mão de um juiz?

[u][b]Keishi no Jutsu: Shikei[/b][/u]
[i]Técnica da Execução: Pena de Morte[/i]
[b]Rank: [color=indigo]S+[/color][/b]

Colocando em termos simples, qualquer alvo do Setsu que rompa a cláusula acertada, onde esteja, avisa ao portador que pode acionar este doujutsu e pára o coração da vítima. Somente um poderoso jutsu médico ou circunstância similar permite que ela continue viva. Romper a cláusula pode levar a uma execução ainda pior.[/quote][/quote]

_________________
ATENÇÃO: Esta account NÃO responde mensagens privadas!
avatar
O Criador


Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo


 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum