Status do RPG: Aberto a novas inscrições
Ao se cadastrar, favor fazê-lo com o futuro nome de seu personagem. Exemplo: Uchiha Sasuke, Uzumaki Naruto. Tenha em mente que a ativação da conta se dá por um link mandado ao seu email de cadastro, portanto utilize uma conta válida.
Link us!




Quem está conectado
3 usuários online :: 2 usuários cadastrados, Nenhum Invisível e 1 Visitante

King, Yamanaka Hanako

O recorde de usuários online foi de 45 em Sex Abr 01, 2016 9:17 pm

Ninjutsu: Hikujaku (Pavão de Fogo)

Ir em baixo

Ninjutsu: Hikujaku (Pavão de Fogo)

Mensagem por O Criador em Sab Maio 05, 2018 5:42 am

HIKUJAKU
Pavão de Fogo


This world can be cold and bitter
Feels like we're in the dead of winter
Waiting on something better
But am I really gonna hide forever?

Over and over again
I hear your voice in my head
Let your light shine, let your light shine for all to see

(Chorus)
Start a fire in my soul
Fan the flame and make it grow
So there's no doubt or denying
Let it burn so brightly
That everyone around can see
That it's you, that it's you that we need
Start a fire in me


Unspoken, Start A Fire

Existem várias tentativas de reproduzir o poder de um jinchuuriki, ou de roubar para si ou para uma arma humana sob seu controle a força de uma fera de cauda. Todas terminaram em tragédias e insucesso, como não seria diferente: pisar em uma esfera além da humanidade conduz à ruína.

Um certo gênio em biotecnologia em Iwagakure trouxe uma proposta radical: e se fosse possível desenhar a estrutura como um jinchuuriki opera desde o berço? Ao invés de procurar compatibilidade (como no caso de Gaara, cujos irmãos mais velhos não eram compatíveis) ou controle posterior ao selamento de uma criatura, na falta de bijuus disponíveis poderia comparar os dados das tentativas bem sucedidas e trabalhar a partir daí. Para criar um corpo possível de ser estruturado como receptor. Claro, a reação foi desfavorável, ele teve as verbas cortadas e assim o pesquisador deixou na surdina sua vila, exilando-se e procurando revirar informações dos jinchuurikis de Kumo, Kiri, Suna e Konoha que funcionaram com maior ou total eficácia.

A pesquisa foi morosa, consumindo recursos, obrigando-o a atos impensáveis para conseguir mais dinheiro e traficar documentos e amostras para ele provar para aqueles malditos do País da Terra que era possível, sem enxergar as complicações éticas envolvidas - considerando ele estar na borda da psicopatia, não podia se esperar menos. Somente em sua velhice ele completou seu método (OFF: considere que a droga da fera de cauda, em Itens Especiais X Quase da Série, foi um produto colateral desta pesquisa) e para ter certeza do sucesso capturou uma mulher que vigiava há tempos em uma cidade do País do Fogo, levou-a a seu esconderijo e em seu período fértil inseminou-a com seu próprio material genético e manteve-a em cárcere para "produzir" a criatura que desejava, deixando-a no centro de uma cela ligada por fórmulas de kanjis em fitas compridas onde chakra era bombeado e fios que injetavam substâncias nela, mantendo-a nutrida e alterando o feto.

Foi encontrado por ninjas da vila após meses de buscas, e a mulher grávida salva. O pesquisador, enlouquecido, morreu resistindo e o que encontraram em seus computadores foi tão rejeitado que o Hokage declarou como kinjutsu, selou as informações em um arquivo oculto e ordenou a destruição do centro de experimentos. Mas restou a questão da sequestrada, e em estado avançado de gravidez a mesma não queria abordar, porque se apegou à criança por instinto materno.

Houve o parto. E em segredo protegido pela A.N.B.U. a criança cresceu, revelando malformações, com suspeita que o processo falhou. Apesar disto, mantiveram vigilância. E ela cresceu a despeito da deformidade forte e saudável, bela e com talento para ninjutsu, em especial estilo do fogo. O Clã Kyouran aceitou adotar e proteger o pequeno, quando sua mãe passou a apresentar sinais de debilidade e faleceu, vítima tardia dos químicos usados nela.

Somente na academia durante um incidente seus poderes começaram a aparecer...

O Tema

O "codinome Hikujaku" (como é conhecido em Konoha o alvo do experimento, devido à sua aura de chakra particular) parece um ninja desfavorecido, com a falta de seu braço direito, e estranhas marcas como carne cristalizada reveladas quando está despido, que vão da cintura daquele lado até o pescoço. Seus olhos são também vermelhos, como brasas, e diferente do Clã Kyouran brilham no escuro.

Apesar de não ter o chakra verdadeiro de uma fera de cauda, o "Hikujaku" exibe um chakra muito poderoso, e por vezes hostil quando ele é ameaçado, sem distinguir amigo de inimigo se sentir-se acuado, intimidado. Enquanto genin, o personagem às vezes perde o controle dos dois primeiros benefícios a seguir, caso seja pressionado. Chance e 1 a 2 no dado de missões.

Braço de chakra

Apesar de ter um braço e isto o condenaria a uma carreira apenas como usuário de taijutsu, logo que seus poderes se manifestara, o personagem produziu de suas marcas de nascença um braço feito de chakra puro, vermelho com um sistema circulatório completo que é visível a olho nu (como pequenas linhas, e pontos que parecem olhos como da cauda de um pavão, uma das razões do seu codinome para Konoha). O braço funciona como um membro funcional e pode realizar selos de mão e atacar, mas é flexível e mais forte: ataca em qualquer direção, estica-se até cinco metros para realizar tarefas e quando atinge um inimigo, considere o PEV de Força uma etapa maior como jutsu. (0 para 1, 1 a 2 para 3, 3 a 4 para 5, 5 a 7 para 8 etc). Por alguma razão, seu braço não queima, nem sofre dano com técnicas do Elemento Fogo.

O braço é feito do chakra do ninja sem consumo de energia, e se ele cair abaixo de 10% de seu total de chakra, o braço se desfaz pela redução geral de energia. Caso alguma técnica o atinja com fluxo de chakra, pode ser cortado e o usuário perde 10% de seu chakra atual, mas o refaz no próximo post.

Se o usuário perde o controle do braço, ele ataca os causadores presumidos de seu estresse.

"Cauda"

Não é exatamente uma cauda por si. Quando converte chakra em jutsus (ou à vontade, a partir do escalão chuunin), o usuário sente uma comichão e pode a qualquer momento produzir uma aura vermelha que parece de chamas, tremeluzente ao seu redor. É um tom mais claro e parecido com fogo que o manto de um jinchuuriki, contudo.

Esta aura forma no post seguinte uma pequena asa sobre o braço esquerdo, coberto por fórmulas naturais de selamento (ver na imagem do Tema), e a partir daí pode produzir criaturas feitas de fogo exalando chakra flamejante, e elas obedecem todas as suas ordens (controladas pela mente a partir do escalão chuunin). As criaturas são consideradas como "jutsus semi-vivos", e o sharingan pode analisar que devem ter chakra yang mesclado nelas. Uma criatura tem os seguintes PEVs, de acordo com gasto e Ninjutsu possível pelo usuário:

Jutsu Rank D: 2 PEVs distribuídos entre Força, Velocidade e Resistência, no máximo 1 criatura. Taijutsu 3
Jutsu Rank C: 5 PEVs distribuídos entre Força, Velocidade e Resistência, no máximo 2 criaturas. Taijutsu 5
Jutsu Rank B: 8 PEVs distribuídos entre Força, Velocidade e Resistência, no máximo 3 criaturas. Taijutsu 5
Jutsu Rank A: 12 PEVs distribuídos entre Força, Velocidade e Resistência, no máximo 4 criaturas. Taijutsu 8
Jutsu Rank S: 16 PEVs distribuídos entre Força, Velocidade e Resistência, no máximo 5 criaturas. Taijutsu 8

Todas as criaturas têm sempre os mesmos atributos, não pode diferenciar, aos erem criadas. Como são feitas de fogo, são precisos ataques físicos muito fortes ou amplos, ou métodos astutos, para apagar elas, ou uso de técnicas.

Se o usuário perde o controle do braço, e tem chakra suficiente, ele produz o máximo de criaturas que pode no máximo de Rank que é capaz de lançar, e elas tentarão defendê-lo até contra aliados que o importunem, mesmo com violência.

Recuperação Acelerada

O "Hikujaju" possui alta temperatura corporal, o que o torna imune a febre e dá uma alta resistência a bacilos, vírus e fungos invasores. Ele recupera um nível de dano ao fim de um combate, e 10% do seu total de chakra e stamina. Adicione +10% na recuperação de PENs por pílulas e transição de tópico ou descanso.

Ascensão do Fogo

Quando atinge o escalão chuunin, o "Hikujaku" tem experiência e maturidade para combinar seu Braço e sua "Cauda" juntos, de uma forma poderosa. Ao produzir uma criatura de fogo, ele percebe que é capaz de imergir seu Braço nela (ou separá-lo esticando e entrando em várias criaturas), no que ao fazer isto sua asa aumenta de tamanho e forma os mesmos pontos de luz semelhantes a olhos de pavão. Isto é mais que estética: criaturas controladas diretamente pelo Braço têm sua Força também aumentada em uma etapa como ele próprio, e ele pode reabsorvê-las após seu uso recuperando o chakra investido nelas. O problema é ele estar ligado às mesmas, tendo que desfazer o Braço para escapar de ataques largos de área, por exemplo, ou se tiver que se afastar delas.

A partir deste nível seu corpo passa a resistir também a fogo, mas não ao ponto da imunidade do Braço. Ele reduz em um Rank o dano por fontes de chamas, incluindo Katon, e aumenta ao mesmo tempo a Resistência em uma etapa contra elas. Se queimado, por fim, ao fim de um combate recupera não um mais dois níveis de dano causados por queimadura. Sua recuperação de chakra e stamina sobe para 20%, no lugar de 10%/+10%.

O personagem pode com Ascensão do Fogo atingida colocar jutsus em aprovação que plasme formas de ataque físico com o braço, ou fluxo de chakra com o mesmo, mas nada que saia das linhas deste Tema (nem aumentar sua recuperação, poder das criaturas, ou coisa assim).

Código:
[quote][quote][center][size=18][b][color=#ff9966]HIKUJAKU[/color][/b][/size]
[size=16][i]Pavão de Fogo[/i][/size]

[img]https://c1.staticflickr.com/1/872/26923550837_e1e5ef12bf.jpg[/img][/center]

[i]This world can be cold and bitter
Feels like we're in the dead of winter
Waiting on something better
But am I really gonna hide forever?

Over and over again
I hear your voice in my head
Let your light shine, let your light shine for all to see

(Chorus)
Start a fire in my soul
Fan the flame and make it grow
So there's no doubt or denying
Let it burn so brightly
That everyone around can see
That it's you, that it's you that we need
Start a fire in me[/i]

Unspoken, [i]Start A Fire[/i]

Existem várias tentativas de reproduzir o poder de um jinchuuriki, ou de roubar para si ou para uma arma humana sob seu controle a força de uma fera de cauda. Todas terminaram em tragédias e insucesso, como não seria diferente: pisar em uma esfera além da humanidade conduz à ruína.

Um certo gênio em biotecnologia em Iwagakure trouxe uma proposta radical: e se fosse possível [i]desenhar[/i] a estrutura como um jinchuuriki opera desde o berço? Ao invés de procurar compatibilidade (como no caso de Gaara, cujos irmãos mais velhos não eram compatíveis) ou controle posterior ao selamento de uma criatura, na falta de bijuus disponíveis poderia comparar os dados das tentativas bem sucedidas e trabalhar a partir daí. Para criar um corpo possível de ser estruturado como receptor. Claro, a reação foi desfavorável, ele teve as verbas cortadas e assim o pesquisador deixou na surdina sua vila, exilando-se e procurando revirar informações dos jinchuurikis de Kumo, Kiri, Suna e Konoha que funcionaram com maior ou total eficácia.

A pesquisa foi morosa, consumindo recursos, obrigando-o a atos impensáveis para conseguir mais dinheiro e traficar documentos e amostras para ele provar para aqueles malditos do País da Terra que era possível, sem enxergar as complicações éticas envolvidas - considerando ele estar na borda da psicopatia, não podia se esperar menos. Somente em sua velhice ele completou seu método (OFF: considere que a droga da fera de cauda, em Itens Especiais X Quase da Série, foi um produto colateral desta pesquisa) e para ter certeza do sucesso capturou uma mulher que vigiava há tempos em uma cidade do País do Fogo, levou-a a seu esconderijo e em seu período fértil inseminou-a com seu próprio material genético e manteve-a em cárcere para "produzir" a criatura que desejava, deixando-a no centro de uma cela ligada por fórmulas de kanjis em fitas compridas onde chakra era bombeado e fios que injetavam substâncias nela, mantendo-a nutrida e alterando o feto.

Foi encontrado por ninjas da vila após meses de buscas, e a mulher grávida salva. O pesquisador, enlouquecido, morreu resistindo e o que encontraram em seus computadores foi tão rejeitado que o Hokage declarou como kinjutsu, selou as informações em um arquivo oculto e ordenou a destruição do centro de experimentos. Mas restou a questão da sequestrada, e em estado avançado de gravidez a mesma não queria abordar, porque se apegou à criança por instinto materno.

Houve o parto. E em segredo protegido pela A.N.B.U. a criança cresceu, revelando malformações, com suspeita que o processo falhou. Apesar disto, mantiveram vigilância. E ela cresceu a despeito da deformidade forte e saudável, bela e com talento para ninjutsu, em especial estilo do fogo. O Clã Kyouran aceitou adotar e proteger o pequeno, quando sua mãe passou a apresentar sinais de debilidade e faleceu, vítima tardia dos químicos usados nela.

Somente na academia durante um incidente seus poderes começaram a aparecer...

[b]O Tema[/b]

O "codinome Hikujaku" (como é conhecido em Konoha o alvo do experimento, devido à sua aura de chakra particular) parece um ninja desfavorecido, com a falta de seu braço direito, e estranhas marcas como carne cristalizada reveladas quando está despido, que vão da cintura daquele lado até o pescoço. Seus olhos são também vermelhos, como brasas, e diferente do Clã Kyouran brilham no escuro.

Apesar de não ter o chakra verdadeiro de uma fera de cauda, o "Hikujaku" exibe um chakra muito poderoso, e por vezes hostil quando ele é ameaçado, sem distinguir amigo de inimigo se sentir-se acuado, intimidado. Enquanto genin, o personagem às vezes perde o controle dos dois primeiros benefícios a seguir, caso seja pressionado. Chance e 1 a 2 no dado de missões.

[i]Braço de chakra[/i]

Apesar de ter um braço e isto o condenaria a uma carreira apenas como usuário de taijutsu, logo que seus poderes se manifestara, o personagem produziu de suas marcas de nascença um braço feito de chakra puro, vermelho com um sistema circulatório completo que é visível a olho nu (como pequenas linhas, e pontos que parecem olhos como da cauda de um pavão, uma das razões do seu codinome para Konoha). O braço funciona como um membro funcional e pode realizar selos de mão e atacar, mas é flexível e mais forte: ataca em qualquer direção, estica-se até cinco metros para realizar tarefas e quando atinge um inimigo, considere o PEV de Força uma etapa maior como jutsu. (0 para 1, 1 a 2 para 3, 3 a 4 para 5, 5 a 7 para 8 etc). Por alguma razão, seu braço não queima, nem sofre dano com técnicas do Elemento Fogo.

O braço é feito do chakra do ninja sem consumo de energia, e se ele cair abaixo de 10% de seu total de chakra, o braço se desfaz pela redução geral de energia. Caso alguma técnica o atinja com fluxo de chakra, pode ser cortado e o usuário perde 10% de seu chakra atual, mas o refaz no próximo post.

Se o usuário perde o controle do braço, ele ataca os causadores presumidos de seu estresse.

[i]"Cauda"[/i]

Não é exatamente uma cauda por si. Quando converte chakra em jutsus (ou à vontade, a partir do escalão chuunin), o usuário sente uma comichão e pode a qualquer momento produzir uma aura vermelha que parece de chamas, tremeluzente ao seu redor. É um tom mais claro e parecido com fogo que o manto de um jinchuuriki, contudo.

Esta aura forma no post seguinte uma pequena asa sobre o braço esquerdo, coberto por fórmulas naturais de selamento (ver na imagem do Tema), e a partir daí pode produzir criaturas feitas de fogo exalando chakra flamejante, e elas obedecem todas as suas ordens (controladas pela mente a partir do escalão chuunin). As criaturas são consideradas como "jutsus semi-vivos", e o sharingan pode analisar que devem ter chakra yang mesclado nelas. Uma criatura tem os seguintes PEVs, de acordo com gasto e Ninjutsu possível pelo usuário:

[color=blue][b]Jutsu Rank D:[/b][/color] 2 PEVs distribuídos entre Força, Velocidade e Resistência, no máximo 1 criatura. Taijutsu 3
[color=green][b]Jutsu Rank C:[/b][/color] 5 PEVs distribuídos entre Força, Velocidade e Resistência, no máximo 2 criaturas. Taijutsu 5
[color=orange][b]Jutsu Rank B:[/b][/color] 8 PEVs distribuídos entre Força, Velocidade e Resistência, no máximo 3 criaturas. Taijutsu 5
[color=red][b]Jutsu Rank A:[/b][/color] 12 PEVs distribuídos entre Força, Velocidade e Resistência, no máximo 4 criaturas. Taijutsu 8
[color=indigo][b]Jutsu Rank S:[/b][/color] 16 PEVs distribuídos entre Força, Velocidade e Resistência, no máximo 5 criaturas. Taijutsu 8

Todas as criaturas têm sempre os mesmos atributos, não pode diferenciar, aos erem criadas. Como são feitas de fogo, são precisos ataques físicos muito fortes ou amplos, ou métodos astutos, para apagar elas, ou uso de técnicas.

Se o usuário perde o controle do braço, e tem chakra suficiente, ele produz o máximo de criaturas que pode no máximo de Rank que é capaz de lançar, e elas tentarão defendê-lo até contra aliados que o importunem, mesmo com violência.

[i]Recuperação Acelerada[/i]

O "Hikujaju" possui alta temperatura corporal, o que o torna imune a febre e dá uma alta resistência a bacilos, vírus e fungos invasores. Ele recupera um nível de dano ao fim de um combate, e 10% do seu total de chakra e stamina. Adicione +10% na recuperação de PENs por pílulas e transição de tópico ou descanso.

[i]Ascensão do Fogo[/i]

Quando atinge o escalão chuunin, o "Hikujaku" tem experiência e maturidade para combinar seu Braço e sua "Cauda" juntos, de uma forma poderosa. Ao produzir uma criatura de fogo, ele percebe que é capaz de imergir seu Braço nela (ou separá-lo esticando e entrando em várias criaturas), no que ao fazer isto sua asa aumenta de tamanho e forma os mesmos pontos de luz semelhantes a olhos de pavão. Isto é mais que estética: criaturas controladas diretamente pelo Braço têm sua Força também aumentada em uma etapa como ele próprio, e ele pode reabsorvê-las após seu uso recuperando o chakra investido nelas. O problema é ele estar ligado às mesmas, tendo que desfazer o Braço para escapar de ataques largos de área, por exemplo, ou se tiver que se afastar delas.

A partir deste nível seu corpo passa a resistir também a fogo, mas não ao ponto da imunidade do Braço. Ele reduz em um Rank o dano por fontes de chamas, incluindo Katon, e aumenta ao mesmo tempo a Resistência em uma etapa contra elas. Se queimado, por fim, ao fim de um combate recupera não um mais dois níveis de dano causados por queimadura. Sua recuperação de chakra e stamina sobe para 20%, no lugar de 10%/+10%.

O personagem pode com Ascensão do Fogo atingida colocar jutsus em aprovação que plasme formas de ataque físico com o braço, ou fluxo de chakra com o mesmo, mas nada que saia das linhas deste Tema (nem aumentar sua recuperação, poder das criaturas, ou coisa assim).[/quote]
[/quote]

_________________
ATENÇÃO: Esta account NÃO responde mensagens privadas!
avatar
O Criador


Voltar ao Topo Ir em baixo

Voltar ao Topo


 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum